Use o código e tenha 10% de desconto!

Desvendando o CodeIgniter 4

Jonathan Lamim Antunes

*Você terá acesso às futuras atualizações do livro.

Prefácio

Comecei a programar em PHP nos idos de 1999, ainda na versão 3. Na época, os scripts eram renomeados com a extensão .php3 no intuito de diferenciá-los das rotinas escritas em versões anteriores da linguagem.

Os sistemas eram grandes monólitos rodando sob um PHP geralmente compilado "na mão", pois eventualmente se dependia de extensões e bibliotecas externas, sendo que nem PECL existia.

Com o advento do PHP5 em 2004, a Orientação a Objetos melhorou absurdamente e começamos a rodar sites/sistemas com grande performance sob ZendEngine 2. Tal maturidade propiciou a comunidade projetos mais ambiciosos, principalmente no quesito reaproveitamento de código. Foi quando começaram, finalmente, a surgir os frameworks PHP - muito inspirados no Ruby on Rails, diga-se de passagem...

Das grandes vedetes da época, como CakePHP e Prado, o arcabouço que despontou foi ele: CodeIgniter, mantido pela extinta Ellis Lab. Há impressionantes 14 anos, o CodeIgniter já oferecia cerca de 20 bibliotecas, padronizando o envio de e-mails, propiciando validações, paginação de tela, mecanismo de template e XML-RPC.

Lembro que a documentação era muito bem organizada, de fácil navegação, o que ajudou enormemente na popularização do framework.

Hoje, em meio às grandes melhorias que o PHP nos trouxe (como Composer, xDebug, profiling, testes etc.), o CodeIgniter se apresenta com respaldo, reinventando-se, apoiado pela enorme comunidade e do ecossistema que o suporta.

O livro do amigo Jonathan Lamim é literatura obrigatória a todos os desenvolvedores que utilizam o CodeIgniter e também outros frameworks, pois o livro demonstra o quão maduro ele se tornou (agora na versão 4.x) e os motivos pelos quais ainda é considerado um framework extremamente leve, seguro, completo e com baixa curva de aprendizado.

A comunidade CodeIgniter tem sorte de contar com este grande autor e profissional no processo de "evangelização" do CodeIgniter aos quatro ventos. A comunidade PHP brasileira cresce com tal publicação, pois a quantidade de livros sobre esta última versão é mundialmente escassa, nos prestigiando ainda mais.

Desejo aos colegas programadores que sorvam cada capítulo deste exclusivo material, muito bem elaborado e consistente.

Ari Stopassola Junior - Perito Forense Computacional

Sobre o CodeIgniter

O CodeIgniter é um framework para desenvolvimento de aplicações web utilizando a linguagem PHP. Ele tem como objetivo possibilitar aos desenvolvedores maior agilidade no processo de desenvolvimento através de um conjunto de bibliotecas nativas, compatibilidade com bibliotecas externas e uma estrutura de codificação propícia à produtividade e à alta performance na criação de aplicações web.

Uma das premissas deste framework é manter o processo de desenvolvimento flexível, podendo utilizar bibliotecas de terceiros, desenvolver suas próprias bibliotecas e estender - até mesmo substituir - partes da estrutura base (core) do próprio framework.

O CodeIgniter é ideal para você que:

- quer um framework mais enxuto;

- quer menos dor de cabeça com as configurações do framework para iniciar um projeto;

- quer uma estrutura de codificação menos restritiva;

- quer soluções simples e objetivas;

- quer programar se a necessidade de utilizar a linha de comando para tudo;

- quer evitar bibliotecas monolíticas, como o PEAR.

O que há de novo na versão 4.x

A versão 4.x do CodeIgniter está completamente reformulada, trazendo mais performance para as aplicações e para os processos de desenvolvimento. Além da nova estrutura de arquivos e codificação, o código do framework foi reescrito 100% em PHP 7, o que traz grandes melhorias de performance e até mesmo facilidades de codificação. Teremos um capítulo exclusivo no livro falando sobre a arquitetura do CodeIgniter 4.

Requisitos técnicos

Para utilizar o CodeIgniter 4 é necessário atender a alguns requisitos técnicos conforme especificado a seguir:

- PHP 7.2 ou versão mais recente;

- extensão intl instalada no servidor;

- estar com as extensões php-json, php-mbstring, php-mysqlnd e php-xml ativadas;

- caso pretenda utilizar a biblioteca CURLRequest, é necessário instalar a biblioteca libcurl do PHP.

Para bancos de dados, as recomendações são:

- MySQL (5.1+) via driver MySQLi;

- PostgreSQL através do driver Postgre;

- SQLite3 através do driver SQLite3.

O autor

Jonathan Lamim é desenvolvedor de software desde 2005, e nesses 15 anos trabalhando com tecnologia teve a oportunidade de atender empresas tanto no Brasil como em países como Japão, Estados Unidos, Austrália, Canadá, Alemanha e Inglaterra.

Desenvolveu desde sites institucionais até sistemas de apoio para processos internos de instituições financeiras, e com isso pôde adquirir vasta experiência para compartilhar em seus 4 livros já publicados.

Também ajuda no desenvolvimento do CodeIgniter 4 e outros projetos open source, e produz conteúdo sobre tecnologia e desenvolvimento pessoal e profissional que publica em seu blog.

Além da experiência e do trabalho na área de tecnologia, Jonathan também possui formações em coaching e análise comportamental, conhecimentos que ele utiliza tanto no desenvolvimento de soluções de forma mais humanizada, quanto no trabalho como palestrante e trainer.

Sumário

  • Parte 1 - Introdução
    • 1 Sobre o CodeIgniter
    • 2 Instalação e configurações iniciais
    • 3 Upgrade da versão 3.x para a 4.x
    • 4 Possíveis problemas na instalação
    • 5 Boas práticas de segurança
  • Parte 2 - Arquitetura
    • 6 Estrutura da aplicação
    • 7 Gerenciamento da aplicação
    • 8 Múltiplos ambientes
    • 9 Arquivos de configuração
    • 10 Modularização
    • 11 MVC
    • 12 Autoloading
    • 13 Serviços
    • 14 Requisições HTTP
    • 15 URLs
    • 16 Helpers
    • 17 Bibliotecas
    • 18 Logs
    • 19 Tratamento de erros
    • 20 Cache de páginas
    • 21 Controladores
    • 22 Filtros de controladores
    • 23 Rotas
    • 24 Views
    • 25 View Parser
    • 26 Models
    • 27 Entidades de Classe
  • Parte 3 - Banco de dados
    • 28 Configurações iniciais
    • 29 Conectando a aplicação com o banco de dados
    • 30 Operações básicas com banco de dados
    • 31 Query Builder
    • 32 Transactions
    • 33 Database Forge: Manipulando bancos de dados
    • 34 Migrations: Mantendo o banco de dados estruturado e organizado
  • Parte 4 - Estendendo o framework
    • 35 Estendendo classes do Core
    • 36 Estendendo o controlador
    • 37 Eventos
    • 38 Criando bibliotecas
    • 39 Criando helpers
    • 40 Trabalhando com arquivos de tradução
    • 41 Links úteis
    • 42 Conclusão

Dados do produto

Número de páginas:
315
ISBN:
978-65-86110-45-6
Data publicação:
10/2020

Compartilhe!

Compartilhe no Facebook Compartilhe no Twitter

*Você terá acesso às futuras atualizações do livro.