Use o código e tenha 10% de desconto!

Learning 3.0 Como os profissionais criativos aprendem

Alexandre Magno, Yoris Linhares

Prefácio de Jurgen Appelo

Como um palestrante em muitas conferências, às vezes eu pergunto às pessoas se elas concordam que nós podemos celebrar nosso sucesso. Geralmente, muitas mãos são levantadas. Eu também pergunto a elas se nós devemos celebrar nossos fracassos. Geralmente, um pequeno número de mãos é levantado.

Finalmente, eu pergunto para o público se eles querem celebrar tudo: sucesso, fracasso, qualquer coisa... Festa o tempo todo! Sem surpresa, há uma grande gargalhada e todos levantam as mãos. 

Eu aprendi a ser um palestrante melhor ao fazer várias coisas: eu leio muitos livros e blogs, experimento várias ideias e compartilho online minhas experiências. A única coisa que eu nunca fiz foi participar de um curso de um dia chamado Como ser um palestrante público de sucesso, porque eu não acredito que isso possa ser ensinado em um dia, ou dois, ou três.

Eu me reúno sempre com colegas palestrantes para trocar ideias e experiências. Percebi que isto me ajuda a entender o que aprendi ao tentar explicar as coisas para outros.

A melhor maneira de aprender um assunto é ensiná-lo, dizem algumas pessoas. E o Alexandre diz que compartilhar é a melhor maneira de aprender um assunto. Eu penso que ambos. Eu não escrevi livros de gestão porque eu era um especialista. Eu me tornei um especialista em gestão ao compartilhar as minhas experiências.

Uma outra coisa que eu frequentemente compartilho com o meu público é que eu fracassei terrivelmente com os meus primeiros negócios, os quais, eu percebo agora, eram alimentados inteiramente pelo que o Alexandre Magno chama de Learning 1.0: eu absorvi o conhecimento de especialistas, tentei replicar o que eles me disseram para fazer, sem pensar por mim mesmo, e nada nunca funcionava. Eu via as sugestões deles como regras a seguir, não como experimentos a tentar. E eu certamente nunca compartilhei qualquer pensamento com qualquer outra pessoa.

É tudo diferente agora.

Eu entendi que minha abordagem atual para o autodesenvolvimento é muito próxima ao que o Alexandre Magno chama de Learning 3.0. Neste pequeno maravilhoso livro, que eu tive a honra de ler antes que o resto do mundo pudesse colocar suas mãos nele, Alexandre escreve que a aprendizagem acontece melhor quando as pessoas adquirem ideias de várias fontes, realizam experimentos nos seus próprios contextos, e então compartilham seus pensamentos com os seus colegas.

Isso soa suspeitosamente parecido com a forma como eu tenho realizado meu negócio. E este tem sido certamente mais bemsucedido que o primeiro.

Com este livro em mão, eu com certeza acredito que você pode também se tornar mais bem-sucedido em seja lá o você fizer. Seu cérebro não é um contêiner que pode ser enchido com o conhecimento de outra pessoa. Isso não funciona. Você precisa criar seu próprio conhecimento, ao coletar, experimentar e compartilhar.

Não há garantia que funcionará! De fato, a taxa de aprendizagem das pessoas é ótima quando elas têm sucesso e fracasso em quase na mesma medida. Ao menos, foi isso que eu aprendi. E eu tenho os machucados para mostrar isso!

Não importa o que acontecerá a seguir como um resultado da leitura deste livro, ele certamente ajudará você a celebrar a coisa certa: não somente sucessos, e certamente não fracassos, mas aprendizagem. Essa é a única coisa que importa. E talvez, algum dia, você compartilhará conosco o que você aprendeu.

Como usar este livro

Este livro, bem como todo o conceito em torno do Learning 3.0, nasceu a partir da observação da prática, na tentativa de relacioná-la com teorias já existentes. Portanto, o que temos aqui é uma coleção de histórias reais, ou baseadas em fatos reais, que se conectam com teorias, e com a opinião de renomados autores, pensadores e pesquisadores, culminando na minha própria visão sobre cada tema abordado. 

Parte 1: O profissional criativo: Nesta seção, descrevo o profissional criativo: quem é o profissional criativo? O que faz dele criativo? E, finalmente, como o profissional criativo aprende? O propósito é provocar uma autorreflexão para determinar se você se identifica ou não com a figura do profissional criativo.

Nós discutiremos sobre a postura que o profissional criativo deve ter quando diante do desafio de assumir a propriedade da sua carreira. Veremos a estreita relação que há entre como você enxerga a sua carreira e o seu emprego, com como você enxerga a aprendizagem.

Aqui também falaremos da forma que o profissional criativo se relaciona com a vida e com o trabalho de forma integrada, e as oportunidades que surgem a partir disso.

Parte 2: Reaprendendo a aprender: A segunda seção do livro olha para os desafios de aprendizagem que a complexidade impõe ao profissional criativo, e como os métodos mais conhecidos de aprendizagem têm respondido a isso. Eu examino o caso histórico para esses métodos, refletindo na sua relevância para o mundo que nós estamos vivendo e propondo alternativas.

Nesta seção, aprenderemos a fundo sobre o Learning 1.0, o Learning 2.0 e, enfim, enxergaremos o desafio de reaprender a aprender por meio da proposta do Learning 3.0.

Parte 3: Praticando Learning 3.0: Esta parte do livro cria um novo olhar em torno do Learning 3.0, colocando-o como um sistema de aprendizagem, e não como um conjunto de ferramentas, ou uma coleção de histórias. É aqui que você entenderá o papel que terá no sistema (como praticante ou facilitador) e como introduzir a aprendizagem emergente na rotina dos trabalhadores criativos. 

O livro foi organizado para ser lido de forma sequencial, portanto, é assim que recomendo a sua leitura. Cada capítulo é finalizado com uma área para recapitular as propostas abordadas, servindo como uma ferramenta de conexão das informações, e como uma forma de visualizar o que foi aprendido em cada seção.

Durante o processo de escrita, recebi uma grande quantidade de comentários de trabalhadores de vários campos, incluindo marketing, pedagogia, TI, arquitetura, administração (privada e pública), finanças e até do direito. Também ouvi opinião de trabalhadores que já haviam aposentado e daqueles que não estavam ainda no mercado, assim eu estava sempre procurando escrever de uma forma que fosse acessível a vários níveis e profissões.

Finalmente, o livro foi projetado para criar valor paras as pessoas que queiram entender como criatividade e aprendizagem serão as peças chaves para construir carreiras durante o século XXI.

 

Sumário

  • Parte 1 - O profissional criativo
  • 1 Você é um profissional criativo?
    • 1.1 Não sou artista, logo não sou um profissional criativo
    • 1.2 O profissional da economia criativa
    • 1.3 Então, o que é um profissional criativo?
    • 1.4 Criatividade versus competência
    • 1.5 Em busca da criatividade
    • 1.6 Recapitulando
  • 2 Você é o dono da sua carreira
    • 2.1 Não fui treinado, logo não posso ser cobrado
    • 2.2 Assumindo o controle de sua carreira
    • 2.3 Perseguindo o seu chamado na vida
    • 2.4 Recapitulando
  • 3 Integrando vida e trabalho
    • 3.1 Eu tenho uma ótima carreira, portanto sou feliz
    • 3.2 Ela já está integrada
    • 3.3 Aprendendo em um mundo integrado
    • 3.4 Recapitulando
  • Parte 2 - Reaprendendo a aprender
  • 4 Learning 1.0, ou nós fomos ensinados a sermos ensinados
    • 4.1 Fui ensinado, logo aprendi
    • 4.2 Conheça o Learning 1.0
    • 4.3 Recapitulando
  • 5 Learning 2.0, ou fábricas de melhores práticas
    • 5.1 Eu perguntei a um especialista, portanto eu tenho a resposta
    • 5.2 Conheça o Learning 2.0
    • 5.3 Recapitulando
  • 6 Learning 3.0, ou compartilhar é o novo ensinar
    • 6.1 Histórias e ideias mais que conselhos e ensinamentos
    • 6.2 Conheça o Learning 3.0
    • 6.3 Recapitulando
  • Parte 3 - Praticando o Learning 3.0
  • 7 Um sistema de aprendizagem
    • 7.1 Aprendizes como protagonistas
    • 7.2 Nós temos os blocos
    • 7.3 Vocês têm as ideias
    • 7.4 Recapitulando
  • 8 Brincando com o sistema
    • 8.1 Uma dose de aprendizagem
    • 8.2 Dogfooding
    • 8.3 Learning Shot
    • 8.4 Learning Mosaic
    • 8.5 Learning Canvas
    • 8.6 Blocos emergentes
    • 8.7 Recapitulando
  • 9 Conclusão
    • 9.1 O conhecimento não é um fim em si mesmo

Dados do produto

Número de páginas:
215
ISBN:
978-85-94120-03-8
Data publicação:
07/2017

Compartilhe!

Compartilhe no Facebook Compartilhe no Twitter